Pensando Melhor

Por Vanessa Haetinger   |  

  A meditação é permeada por dois exercícios; a concentração e a contemplação. É comumente relacionada a religiões ou filosofias orientais. Há menções que ela é tão antiga quanto a humanidade. Pesquisando brevemente sobre o tema, MEDITARE que  vem do latim, significa voltar-se para o centro no sentido de desligar-se do mundo exterior e voltar a atenção para dentro de si. Também, MEDERI do latim, significa “tratar, curar, dar atenção médica a”, originalmente “saber o melhor caminho para”. Naturalmente que a palavra medicamento deriva daí. E, ainda, do L. MEDITARI, “pensar sobre algo, levar em consideração”. Interessante, não?

A cultura ocidental presta atenção às condições físicas e mentais das pessoas, mas esquece do espiritual, afirma o monge beneditino Laurence Freeman, diretor espiritual da Comunidade Mundial de Meditação Cristã e incentivador do diálogo inter-religioso com diferentes tradições religiosas. A meditação, explica o monge, “é a abertura do coração”. A tradição cristã sempre entendeu que a meditação, movendo-se da mente para o coração através do silêncio, é o trabalho do amor. “O fruto essencial da meditação e o que desenvolve completamente nossa humanidade é o fato de que nos tornamos pessoas mais amorosas”, ressalta.

Freeman lembra que Jesus era um mestre da contemplação e recomendava que as pessoas deixassem suas preocupações e ansiedades de lado, vivendo o momento presente. “Esta é a fórmula da contemplação”, aponta. A fórmula para a ação, acrescenta, é amar o próximo e ir ao encontro de todos os necessitados, cultivando a paixão pela justiça e trabalhando pela paz. A meditação, não é uma oração mental, mas a oração do coração, da pessoa como um todo. Adverte, contudo, que “exuberância de personalidade, emoções expressivas, gosto pela música e pela dança não são opostas ao silêncio e à quietude”.

Quero finalizar citando Gandhi que se refere de maneira como gosto de pensar a vida. Ou seja, que temos autoria e autonomia quando estamos conscientes para escolher e decidir o melhor. A meditação e contemplação através de paradas diárias para exame e reflexão é uma maneira sóbria de pensarmos a vida:

“Tenha sempre bons pensamentos porque os seus pensamentos se transformam em suas palavras.

Tenha boas palavras porque as suas palavras se transformam em suas ações. 

Tenha boas ações porque as suas ações se transformam em seus hábitos.

Tenha bons hábitos porque os seus hábitos se transformam em seus valores.

Tenha bons valores porque os seus valores se transformam no seu próprio destino. ”


Publicidade

Motasa Sicredi

NO AR.

19:00 ~ 23:00