Dando a volta por cima

Por Vanessa Haetinger   |  

                              Quem já não se sentiu abatido, impotente, sem ânimo e sem forças para levantar-se em algum momento da vida? Seja por problemas e situações bem pontuais ou por questões existenciais pertinentes a todos nós. O que nos parece nestes momentos é que não temos saída; que algo conspira contra nós. Nossa mente abalada é capaz de tanta imaginação que se dermos asas ela voa longe e muito alto. Sabermos reagir sabiamente contra este estado de espírito é determinante para achar a solução apropriada para por fim a esta moléstia.

Ficar cultivando tristeza não vai ajudar, é claro que devemos meditar na causa do nosso problema, mas não para mergulharmos num mar de lágrimas. Existe dentro de cada um de nós uma energia capaz de nos impulsionar para fora desta força centrífuga. Tem relação com nossas intenções positivas, esperança e fé. Ninguém sabe exatamente como lidar com esta capacidade humana. Mas, é certo que de alguma forma já tivemos experiências pessoais que nos atestam que somos capazes e que existe essa “potência” em nós.

Podemos somar a isto algumas dicas interessantes – que até já conhecemos - para dar a volta por cima destes perrengues da vida:

- Caminhar ou outra atividade física – incentiva a produção de serotonina, a substância que nos dá a sensação de prazer.

- Conte o que está acontecendo para seus amigos ou familiares. Deixe o orgulho de lado e peça ajuda, conversar e abrir o coração com quem nos ama é sempre bom.

- Descansar e dormir bem ajuda a aliviar o estresse. Oito horas por dia é mais do que suficiente.

- Alimente-se bem - os peixes vão bem - ricos em ômega 3, zinco e selênio.

- Dedique-se a alguém, tenha atitudes de compaixão. Atividades voluntárias aumentam a nossa auto-estima e diminuem o estresse, e de quebra ainda ajudamos o próximo.

- Compre algumas flores e decore sua casa. Elas podem trazer uma incrível sensação de felicidade e bem-estar.

- Ouça suas músicas prediletas. Mas não vale mergulhar naquelas que trazem lembranças tristes demais.

- Saia de casa, passeie sob o sol e aproveite para comprar alguma coisinha para você, de preferência na companhia de pessoas divertidas.

- Mente ocupada! Leia, assista a filmes, trabalhe, inscreva-se para aulas diversas, como dança de salão, ginástica, judô ou pintura.

- Cuide-se. Um bom banho, caminhe, vá a um profissional cuidar dos cabelos, unhas e corpo.

- Faça uma lista com todas as coisas boas da sua vida. Depois dê uma boa olhada nela e veja como você tem muito para ser feliz.

- Se preciso for procure um profissional. Se a tristeza está fora do comum, não pense duas vezes em procurar ajuda médica.


Vanessa Haetinger

Teóloga e Pesquisadora em Filosofia Clínica.

Professora e Palestrante Motivacional e Comportamental

Contato: [email protected]





Publicidade

Motasa Sicredi

NO AR.

17:00 ~ 19:00